Facebook Twitter Imprimir

NOTÍCIAS


14/06 - Alunos, religiosos e um ateu debatem diversidade na FURB


Uma parceria entre o Subprojeto Ciências Sociais do PIBID FURB e o Núcleo de Estudos sobre Religiosidades e Interculturalidades (NERI FURB), movimentou a Universidade, ontem, dia 13/06, com a realização de duas Rodas de Conversa, nos períodos matutino e vespertino, sobre o polêmico tema da Diversidade Religiosa, lotando o auditório do bloco T com a presença de alunos de ensino médio de três escolas da região, diferentes lideranças religiosas e até um ateu.
 
Um clima de harmonia permeou as rodas de conversa, em que as palavras mais citadas foram amor e respeito. A ideia foi conhecer e debater as particularidades de cada credo e não-credo e fortalecer o movimento de combate à intolerância religiosa, buscando conscientizar a sociedade sobre a necessidade de um respeito efetivo a todas as manifestações religiosas.
 
A iniciativa
 
A iniciativa faz parte de uma série de atividades relacionadas ao tema “Diversidade” previstas no planejamento dos professores vinculados ao PIBID da Escola de Educação Básica Elza Pacheco (Blumenau), sob a supervisão do prof. Josué de Souza, e da Escola de Educação Básica José Bonifácio (Pomerode), com o prof. Isaías Kniss Szuck. As atividades planejadas são desenvolvidas com a parceria dos integrantes do Subprojeto do PIBID, utilizando práticas pedagógicas inovadoras – perspectiva de atuação do PIBID.
 
Nas escolas, foram realizadas oficinas de Diversidade de Gênero, Diversidade Cultural e Diversidade Religiosa. As atividades realizadas na escola relacionadas à Diversidade Religiosa culminaram na vinda dos estudantes dos segundos e terceiros anos do Ensino Médio destas escolas para a FURB, para participarem das Rodas de Conversa.
 
Foram convidadas diferentes lideranças religiosas e ou representantes de instituições religiosas e não-religiosas participantes do NERI FURB. As rodas de conversa foram realizadas para que os estudantes pudessem dialogar questionando acerca de suas crenças, respeito à diversidade, rituais das religiões, entre outros. As questões foram problematizadas previamente nas escolas.
 
Depoimentos
 
Segundo a professora Franciele Otto Duque, Coordenadora de Área do Subprojeto de Ciências Sociais FURB, do ponto de vista dos objetivos do PIBID, “permitir que os licenciandos organizem sequências didáticas envolvendo o tema da diversidade religiosa qualifica a prática docente futura. Temas como intolerância e religiosidade estão constantemente nas escolas, e os futuros professores precisam estar preparados para articular discussões de forma a desenvolver o respeito entre as diferentes denominações religiosas”.
 
-- E para os estudantes de ensino médio, trazê-los para as dependências da FURB e permitir este espaço de diálogo é experimentar um aprendizado planejado com base em uma metodologia diferenciada, foco de atuação do PIBID”, acrescentou.
 
Para o Supervisor do Subprojeto de Ciências Sociais FURB, esta atividade é parte das discussões anuais da escola que este ano trabalha as diversidades humanas como um todo. “A disciplina de sociologia e a atuação do PIBID, neste sentido, é uma ferramenta de construção de cidadania e uma oportunidade para nossos estudantes compreenderem e desenvolverem uma atitude de alteridade.  Antes do dia de hoje, trabalhamos em nossas aulas, no Elsa, as temáticas debatidas aqui, assim como outras formas de diversidades. De gênero, cultural e religiosa.  Agradecemos a Furb e o NERI pela oportunidade e parceria”, afirmou. 
 
De acordo com a professora Simone Riske Koch, Coordenadora do NERI FURB, aproximar comunidade acadêmica e comunidade externa é um dos desafios das universidades. “Agora, aproximar diferentes lideranças religiosas e não-religiosas num mesmo espaço com um mesmo objetivo e mais do que isto, possibilitar o diálogo numa perspectiva de respeito com o outro que é diferente, torna-se um desafio maior ainda”, disse.
 
Mas, segundo ela, o evento foi ainda mais longe: “Permitiu que estudantes do ensino médio ouvissem, pensassem, questionassem e refletissem acerca da diversidade religiosa no combate à intolerância juntamente com lideranças/representantes religiosos, pesquisadores, professores. Este exercício realizado ontem certamente trouxe e deixou aprendizados para todos os envolvidos, mas também nos deixou muitos desafios, pois o campo da diversidade religiosa é amplo e complexo.”
 
Relação da mesa de representantes
 
Roda de Conversa - matutino
 
 - Umbanda e Candomblé – Pai Jú
- Fé Baha’í – Nader  e Augusto
- Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Pastor Gilson
- Ateísmo – Jonathan
- Seicho-no-ie – Preletora Lilian
 
Roda de Conversa – Vespertino
 
-  Igreja Evangélica Luterana do Brasil – Pastor Volnei
- Igreja Assembléia de Deus – Pastor Linderson
- Fé Baha’í – Nader e Augusto
- Umbanda – Pai Dermes e Mãe Karol
- Ateísmo – Jonathan
- Seicho-no- ie – Preletor Michel
- Candomblé – Pai Jú
- Ásatrú - Emily
Press-release: 14/06/2017 11h15 | Publicação: 14/06/2017 - 11h15 - Gabinete da Reitoria/Jornalismo | Texto: Michel Ivon Imme Sabbagh/Divulgação | Foto(s): Divulgação

Outras notícias

23/10/2017 20/10/2017 19/10/2017 18/10/2017 17/10/2017 12/10/2017 11/10/2017 10/10/2017 09/10/2017 06/10/2017 05/10/2017 04/10/2017 03/10/2017 02/10/2017 29/09/2017 28/09/2017 27/09/2017 26/09/2017 22/09/2017 21/09/2017 20/09/2017 19/09/2017 13/09/2017 11/09/2017 06/09/2017 05/09/2017 04/09/2017 29/08/2017 28/08/2017 25/08/2017 24/08/2017 22/08/2017 21/08/2017 15/08/2017 01/08/2017 31/07/2017 14/07/2017 13/07/2017 12/07/2017 11/07/2017 06/07/2017 05/07/2017 03/07/2017 30/06/2017 29/06/2017 27/06/2017 23/06/2017 21/06/2017 14/06/2017 02/06/2017 01/06/2017 25/05/2017 16/05/2017 12/05/2017 11/05/2017


Painel