Facebook Twitter Imprimir

ARQUIVO DE NOTÍCIAS


08/08/2019 - Patrimônio arquitetônico do Vale em discussão na Universidade


A Universidade Regional de Blumenau (FURB) recebe no dia 13 de agosto, o 1º Seminário de Patrimônio Arquitetônico no Vale do Itajaí. A primeira edição do encontro homenageia o arquiteto alemão Simão Gramlich, que viveu em Blumenau e produziu uma série de obras importantes para a história da Arquitetura do Vale do Itajaí.
 
Coordenado pela historiadora Thayse Fagundes e Braga, que estuda a obra de Gramlich há mais de quatro anos, o evento tem como objetivo formar uma rede de pesquisadores e um banco de dados sobre estudos do patrimônio arquitetônico que poderão servir como base às decisões dos órgãos de tombamento em nível estadual e nacional, por exemplo.
 
Para a historiadora, que conheceu a obra do arquiteto quando buscava um tema para a tese de doutorado, a contribuição de Gramlich para a arquitetura no Sul do País está presente em mais de 20 igrejas que ele projetou em Santa Catarina. “Somente em Blumenau, ele assina mais de 400 projetos, 72 ainda existentes na cidade”, conta Thayse.  
 
O seminário inicia às 8h30 e terá programação até às 21h30.  A palestra de abertura será ministrada por Ronaldo Wink, arquiteto urbanista, professor da Universidade de Santa Cruz do Sul que trará ao público informações inéditas sobre produção arquitetônica de Simão Gramlich no Rio Grande do Sul, onde ele viveu por dez anos, assim que chegou ao Brasil, em 1922. Esta  palestra compõe uma Ação Cultural do projeto coordenado pela museóloga Iara Coninck e patrocinado pelo Fundo Municipal de Apoia à Cultura, vencedor do Prêmio Herbert Holetz.
 
Gramlich é famoso pela autoria de projetos de igrejas, como por exemplo a Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, em Gaspar, Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento, em Itajaí, Igreja Matriz São João Batista, em São João Batista, e Igreja Nossa Senhora de Azambuja, em Brusque.
A criação do seminário partiu da realização da exposição "Simão Gramlich: percursos arquitetônicos em Blumenau" que ficou aberta à visitação na FURB durante o mês de julho.
 
O evento é aberto a toda comunidade. 
 
Publicação: 08/08/2019 - 17h36 - Central Multimídia de Conteúdo/Jornalismo | Foto(s): CMC


Painel