Facebook Twitter Imprimir

NOTÍCIAS


28/09 - Está aberta a Mostra Permanente de Cinema


A partir de agora, uma vez por mês, ocorre na FURB, a Mostra Permanente de Cinema “Roberto Bernhard Disse”. Os filmes escolhidos serão exibidos sempre em uma quinta-feira, às 19h, no Espaço de Cinema e Vídeo da Biblioteca Central, 3º Andar, Bloco H, campus 1. A ideia é priorizar filmes 16 mm e documentários. A primeira exibição ocorreu no dia 27 de setembro, com a presença do próprio Roberto. Foi exibido “Vivos-Vocus - Ich rufe die Lebenden (Eu chamo os Vivos)”, um documentário em 16 mm colorido, com duração de 18 minutos.

O nome da mostra é em homenagem ao ex-servidor da FURB, Roberto Bernhard Disse. Ele começou a trabalhar na Universidade em 1978 como estagiário do então Laboratório de Línguas, atual FURB Idiomas. Passou pelo Núcleo de Rádio e Televisão Educativa do Vale do Itajaí e Seção Técnica da Rádio e TV da FURB. Foi um entusiasta do audiovisual na Universidade e dedicou parte da carreira para o crescimento da Rádio e TV Educativas. Quando se aposentou, em 2017, estava trabalhando na Biblioteca Central, no setor de Atendimento ao Usuário.

Para homenageá-lo, a Biblioteca Universitária criou no final de 2016, a Mostra Permanente de Cinema com seu nome. Darlan Jevaer Schmitt, que atua na Divisão de Cultura, conta que o desejo de fazer essa mostra é antigo, antes mesmo de Roberto se aposentar. Quando Darlan foi diretor da Biblioteca foram ver como estava o arquivo dos filmes 16mm da FURB. Roberto, então, tentou recuperar os filmes que estavam derretendo e percebeu que os jovens não conheciam o formato 16 mm. A partir dessa percepção começou a ideia de rodar os filmes para que se tornarem conhecidos.
 
Roberto explica que no cinema existem trÊs principais tipos de filmes, 8 mm usado no filme amador, 16 mm usado para fins educativos e pela televisão e 35 mm usado para comercial, os filmes que vemos no cinema. Quando ele entrou na FURB o formato 16 mm era utilizado nas salas de aula pelos professores para ilustrarem suas aulas. Roberto conta que era complicado levar o equipamento todo para os espaços e geralmente eram estagiários que carregavam. Este projetor, restaurado, é usado hoje na Mostra.

O gosto pelo cinema começou com o seu pai que desde bebê levou Roberto para assistir
filme e seu interesse cresceu junto com ele. O pai era responsável pelos treinamentos na empresa em que trabalhava e Roberto aprendeu a operar a máquina que rodava os filmes para ajudar o pai.

Ele conta que em sua casa possui uma coleção de máquinas e filmes e o primeiro filme exibido na mostra faz parte de sua coleção.
 

Mostra Permanente de Cinema “Roberto Bernhard Disse”

Quando: uma vez por mês, sempre em uma quinta-feira.
Horário: 19h
Local: Espaço de Cinema e Vídeo da Biblioteca Central, 3º Andar, Bloco H, campus 1. 
A entrada é gratuita e os acadêmicos de graduação que participam das sessões e assinam e lista de presença recebem comprovação de AACCs, que contam para a formação cultural.
Press-release: 28/09/2018 11h27 | Publicação: 28/09/2018 - 11h27 - Gabinete da Reitoria/Jornalismo | Texto: Giovana Pietrzacka/Anna Clara Uliano/estagiária | Foto(s): Divulgação

Outras notícias

19/10/2018 17/10/2018 16/10/2018 15/10/2018 11/10/2018 10/10/2018 09/10/2018 08/10/2018 05/10/2018 04/10/2018 03/10/2018 01/10/2018 28/09/2018 27/09/2018 26/09/2018 25/09/2018 24/09/2018 21/09/2018 19/09/2018 18/09/2018 10/09/2018 06/09/2018 05/09/2018 22/08/2018 07/08/2018 20/06/2018 18/05/2018


Painel