Facebook Twitter Imprimir

NOTÍCIAS


05/10 - Projeto Furbot se classifica em concurso latinoamericano

O Furbot, projeto de extensão da FURB, que busca promover inclusão digital cidadã por meio de oficinas de programação em escolas públicas com crianças de 3º. e 4º anos do ensino fundamental, conquistou o terceiro lugar no I Concurso Latinoamericano de Tecnologias Educacionais para Aprendizagem.

O concurso faz parte da XIII Conferência Latino Americana de Objetos e Tecnologias de Aprendizagem (LACLO) e da XLIV Conferência Latino-americana de Informática, que começou dia 1 de outubro e segue até esta sexta-feira, dia 5 de outubro, organizadas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo.

O Furbot disputou com outros 20 projetos latino-americanos. O tema do concurso foi: “Nova geração de tecnologias educacionais para aprendizagem ao longo da vida” e tem como propósito estimular a submissão de soluções educacionais tecnológicas que impactem positivamente na aprendizagem. O concurso também visa estimular o pensamento empreendedor e a geração de inovação disruptiva. Estiveram representando o LDTT/FURB a professora Luciana Pereira de Araújo Kholer e o bolsista Heitor Ugarte Calvet da Silveira.
 
Conforme Luciana, que faz parte da equipe de desenvolvimento do projeto da FURB, “o cenário da educação no Brasil apresenta uma série de desafios para melhorar o desempenho em aspectos como leitura, escrita e matemática mas também se traduz em muitas possibilidades de ensino e aprendizagem, envolvendo educadores, pesquisadores e a comunidade escolar”.

O professor Mauro Mattos, coordenador do projeto, complementa que o propósito do Furbot “é disseminar entre as crianças a possibilidade de pensar logicamente. Ao conseguirmos isto, e quanto mais crianças forem capacitadas, teremos contribuído na formação cidadã destas crianças. Este é o papel da Universidade”, disse.
 
O FURBOT
O projeto Furbot é um projeto de extensão interdisciplinar que busca promover inclusão digital cidadã por meio de oficinas de programação realizadas em escolas públicas com crianças de 3º. e 4º anos do ensino fundamental que permitam o desenvolvimento de aptidões em pensamento computacional com uso de uma ferramenta de aprendizagem desenvolvida pelo Laboratório de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia (LDTT) do Departamento de Sistemas e Computação da FURB em parceria com a Agencia Repúblika do curso de Publicidade e Propaganda da FURB.
 
Este projeto tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de saberes relacionados ao pensamento computacional em estudantes e professores do ensino fundamental e, ao mesmo tempo, promover aprendizagem entre os agentes de produção de conteúdo dos cursos de graduação em ciência da computação, sistemas de informação, publicidade e propaganda, letras e matemática da FURB.

O projeto surgiu há 10 anos, mas a versão atual é disponibilizada sob a forma de um jogo de tabuleiro físico que permite a introdução dos principais conceitos e através de um ambiente computacional onde as crianças são apresentadas a desafios de complexidade crescente onde as habilidades vão sendo desenvolvidas. Os personagens foram concebidos pelo Studio Beli de Blumenau.
Press-release: 05/10/2018 13h16 | Publicação: 05/10/2018 - 16h16 - Gabinete da Reitoria/Jornalismo | Texto: Giovana Pietrzacka/Divulgação | Foto(s): Divulgação

Outras notícias

19/10/2018 17/10/2018 16/10/2018 15/10/2018 11/10/2018 10/10/2018 09/10/2018 08/10/2018 05/10/2018 04/10/2018 03/10/2018 01/10/2018 28/09/2018 27/09/2018 26/09/2018 25/09/2018 24/09/2018 21/09/2018 19/09/2018 18/09/2018 10/09/2018 06/09/2018 05/09/2018 22/08/2018 07/08/2018 20/06/2018 18/05/2018


Painel