Facebook Twitter Imprimir

 

Título conferido: engenheiro eletricista
Duração: 11 fases (5,5 anos)
Turno: matutino ou noturno
(vestibular de verão e inverno)

 

» furb.br/engenhariaeletrica

ENGENHARIA ELÉTRICA

 
Todo engenheiro, indiferentemente de área de atuação, recebe uma boa dose de matemática e física, que visa aprimorar o pensamento lógico do estudante. Por isso, engenheiros são bons em resolver problemas.
 
Na Engenharia Elétrica não é diferente, já que a busca por soluções rápidas, melhores e mais econômicas é prioridade. Imagine um motor elétrico: como diminuir o consumo de energia e aumentar a potência do equipamento? Esse tipo de solução pode partir do engenheiro eletricista.
 
O norte catarinense é um forte polo eletrometalmecânico, onde um grande número de empresas de médio e grande porte emprega engenheiros eletricistas, absorvendo grande número de profissionais. O engenheiro eletricista, através do conhecimento, deve ter interesse por novas tecnologias e vontade de resolver problemas. 

 

 

Diferenciais

 
  • Elevado nível de docentes com doutorado e mestrado.
  • Infraestrutura composta por laboratórios e equipamentos específicos do curso.
  • A Coordenação de Estágios mantém forte contato com empresas de grande porte de Blumenau e região, para disponibilizar estágios.
  • A área de Engenharia Elétrica está em grande expansão após a privatização dos setores 
 

 

 

elétrico e de telecomunicações, o que tem produzido uma forte procura por profissionais da área. 

  • Particularmente na região de Blumenau, vem se formando um polo industrial do setor eletro-metal-mecânico, que também tem demandado forte interesse da parte dos Engenheiros Eletricistas.
  • A maioria dos engenheiros formados pela FURB já sai da Universidade empregada.

 


Painel