Facebook Twitter Imprimir

 

Título conferido: engenheiro florestal
Duração: 10 fases (5 anos)
Turno: matutino (vestibular de verão) ou noturno (vestibular de inverno)
 

 

ENGENHARIA FLORESTAL

 
A missão da Engenharia Florestal é desenvolver e aplicar metodologias de uso e manejo de recursos naturais, garantindo a conservação dos mesmos e obtendo benefícios à sociedade. Por muito tempo, o desenvolvimento desprezou a natureza e as conseqüências negativas estão sendo percebidas cada vez com mais intensidade. Por isso, atualmente o desenvolvimento só é possível quando realizado com base na sustentabilidade dos recursos naturais.  Em função disso é cada vez mais solicitada a atuação de profissionais que trabalham com o uso, recuperação e conservação desses recursos.
 
A atuação do Engenheiro Florestal, no âmbito de sua missão, realiza o planejamento de uso do solo, a implantação e o manejo de florestas, planeja o transporte e a rede viária florestal, realiza levantamentos de áreas e de recursos florestais, desenvolve e aplica tecnologias de beneficiamento e transformação de produtos florestais, recuperação e restauração de áreas degradadas, biotecnologia e melhoramento genético de espécies florestais, propagação de plantas, planejamento e gestão de áreas verdes urbanas, análises de impactos ambientais, bioengenharia, entre outros.
 
O curso de Engenharia Florestal da FURB prepara o profissional para atuar em empresas privadas, órgãos e empresas públicas e como profissional liberal, formado com base nas inovações tecnológicas do setor. 

 

 

Diferenciais

 
  • Ensino integrado à prática e com atividades de pesquisa. A realização de estágios internos e externos, a participação em projetos de pesquisa e extensão e as disciplinas de Práticas Integradas Florestais, possibilitam a aplicação de conhecimentos em atividades práticas de caráter profissionalizante da Engenharia Florestal.
  • Atividades práticas e visitas regulares a empresas. A realização regular de viagens de estudos e visitas a empresas permite ao aluno ter contato com as atividades operacionais em empresas florestais e propriedades rurais.
  • Corpo docente com experiência profissional. A maior parte dos docentes do curso tem experiência profissional na área o que, juntamente com a formação acadêmica, torna o ensino mais sintonizado com as demandas dos profissionais egressos.
 

 

 

  • Envolvimento de acadêmicos com projetos de pesquisa e desenvolvimento - P&D - nas empresas e em laboratórios na Universidade, possibilitando a agregação de conhecimento e experiência.
  • Capacitação do corpo docente. O corpo docente do núcleo profissionalizante do curso é composto por 100% dos professores com mestrado e 80% dos mesmos com doutorado.
  • Mercado de trabalho em expansão. A atuação do engenheiro florestal torna-se cada vez mais importante em função da necessidade de uso adequado dos recursos naturais e da demanda crescente de produtos de origem florestal. 
  • Programa permanente de estágios profissionalizantes em empresas em diversos estados do país.

 

 

Campo profissional

 

  • Empresas reflorestadoras
  • Empresas de geoprocessamento e topografia
  • Estudos ambientais em empresas construtoras
  • Empresas produtoras de mudas florestais e ornamentais
  • Empresa de consultoria florestal
  • Empresas de consultoria ambiental
  • Empresas públicas de pesquisa florestal
  • Entidades certificadoras
 

 

 

  • Indústrias têxteis, cerâmicas, de alimentos, siderúrgicas, consumidoras de madeira para fins energéticos 
  • Indústrias madeireiras
  • Indústrias de papel e celulose
  • Indústrias moveleiras
  • Prefeituras municipais
  • Órgãos de controle ambiental estadual
  • Órgãos de controle ambiental federal

 

 


Painel