Facebook Twitter Imprimir

ARQUIVO DE NOTÍCIAS


14/11/2019 - Conselho deve acelerar oferta de especializações


Com o objetivo de impulsionar os cursos de especialização da Universidade Regional de Blumenau (FURB), foi lançado na tarde desta quarta-feira, dia 13 de novembro, o Conselho Técnico da Pós-Graduação Lato Sensu e Aperfeiçoamento do Instituto FURB e da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (Propex). O ato teve a presença dos servidores do Instituto, além de coordenadores e representantes dos setes Centros de cursos da FURB.
 
O Conselho Técnico Lato Sensu propõe desburocratizar, simplificar e acelerar o processo de projetos de criação de cursos de pós-graduação em nível de especialização na FURB. “A ideia é que a gente consiga ganhar qualidade e esse conselho vai ter um papel de curadoria também, agilidade no processo de construção de novos cursos de pós-graduação latu sensu”, explicou Christian Krambeck, diretor do Instituto FURB.
 
Atualmente são oferecidos 25 cursos de especialização na Universidade. Com a criação do Conselho  Técnico, o objetivo é fechar 2020 com mais de 40 opções no portfólio, abrangendo todos os Centros que compõem a Universidade atualmente. “Para atender a demanda de mercado, a demanda atual da sociedade, com cursos que atendam aos anseios da comunidade”, afirmou Krambeck.
 
Segundo a Resolução, aprovada em 26 de setembro deste ano, o CT Lato é órgão consultivo da Propex, formado por um representante de área, mais um representante da Divisão de Pós- Graduação (DPG) e um da Divisão de Modalidades de Ensino (DME) e delibera sobre questões relacionadas à criação de cursos de especialização e aperfeiçoamento. “A FURB está cumprindo com sua vocação de instituição que promove ensino, pesquisa, extensão e cultura, oferecendo uma resposta para sociedade. Esse novo desenho, da ofertas dos cursos lato sensu, é um resgate de experiências anteriores que a FURB já fez e uma resposta da comunidade empresarial, das escolas, de todos os setores, inclusive dos nossos estudantes que estão na graduação e que querem permanecer na FURB e antes não tinham essa oportunidade”, afirmou Oklinger Mantovaneli Junior, pró-reitor da PROPEX. 
Publicação: 14/11/2019 - 16h45 - Central Multimídia de Conteúdo/Jornalismo | Foto(s): CMC


Painel