Facebook Twitter Imprimir

AGENDA 


08/06 a 02/07 - Exposição TarOt

A artista natural de São Paulo (SP) reside em Joinville, norte de SC, e com a curadoria de Gleber Pieniz apresenta a exposição “TarOt”, no Salão Angelim, localizado na Biblioteca Universitária da Furb. Sua arte e pesquisa são motivadas por seu profundo interesse nos processos culturais, artísticos e civilizatórios da humanidade, pretendendo ativar memórias ancestrais compartilhadas, contar histórias em novos formatos artísticos e fomentar a curiosidade pública.

 

A exposição mostra parte significativa da produção de Bernardete, com suas diversas pesquisas nos campos da Arqueologia, História e Arte, fundamentos de suas obras. As ações de investigação, coleção, tradução e mediação de signos de diferentes períodos da história e da cultura, atendem a releitura de obras dentro de uma visão contemporânea.

 

A exposição propõe um diálogo e uma reflexão sobre simbolismos dentro do conjunto de arquétipos psicológicos associados ao tarot, despertando a curiosidade público em relação as artes divinatórias. Respeitando a sabedoria original do tarot e seus seis séculos de existência, Bernardete busca na história da arte, na música e na vasta literatura a inspiração que precisa, explorando e rearranjando contextos.

 

A artista propõe uma nova narrativa e leitura do tarot pela atualização dos símbolos: através das imagens, pelas músicas, poemas e citações, e pelo formato inesperado e tridimensional das “cartas”. Neste jogo várias referências são bem-vindas: Carmina Burana, Bansky, Cecília Meirelles, Napoleão Bonaparte, Renato Russo, Queen, Clarice Lispector, Salvador Dali, Lewis Carroll, Paul Gauguin, e muitos outros, se organizando de forma nova e lúdica na mente de cada espectador, mas, ainda assim, oferecendo uma experiência mística e personalizada dentro da viagem do “Louco” que habita em cada um. Como na série “Arcanos Maiores”, que pretende trazer o espectador à uma vivência mística e personalizada dos significados ocultos e transcendentais contidos nos símbolos e nas questões do viver e das experiências da humanidade.

 

Bernardete Merino é bacharel em pedagogia pela USP - Universidade de São Paulo (1980), e seu portfólio conta com exposições individuais e coletivas, entre elas na Galeria Juarez Machado, em Joinville; Casa da Cultura de Joinville - Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew; individual no projeto “Ancestral Brazilians and Serra da Capivara”, na “Gallery on Blueskin”, Nova Zelândia; e, recentemente, selecionada para o livro “Transgressões Cerâmicas”, com curadoria de Andrés Hernández Inocente; exposição Coletiva Virtual “Cerâmica e livro de artista”, do Laboratório de Arte, com “Vereda”; e a individual “Ancestralidade e a pele que nos une” no Museu de Arte de Blumenau.

 

As exposições seguirão os tramites de atendimento da Biblioteca Universitária como uso obrigatório de máscaras de proteção, higienização das mãos, distanciamento social e número controlado de pessoas no espaço expositivo.

 

Devido ao contexto da pandemia de covid-19 e atendendo às orientações dos protocolos oficiais de segurança, visitas em grupos estão temporariamente suspensas. Em 2021, a Universidade recebeu 70 (setenta) propostas de exposições, número maior que o ano anterior (29). As propostas foram selecionadas de acordo com a pertinência conceitual e relevância artística. Ao todo são indicados nove projetos expositivos, sendo seis indicados para exposição e três suplentes.

 

Aberto a toda comunidade.

Entrada gratuita.

 


Data: 08/06 a 02/07
Horário: Segunda a sexta, das 08h às 20h
Local: Câmpus 1 - Salão Angelim - Mapa
Informações: cultura@furb.br | 3321-0399
Publicação: Divisão de Tecnologia da Informação

Painel